Foto: Brasil Mineral
Foto: Brasil Mineral

Solidariedade: empresas de mineração ajudam Bahia após fortes chuvas

Três grandes empresas do setor mineral estão à frente do gesto solidário

Salvar imagem

A JMC Yamana Gold investiu R$ 250 milhões em doações, dentre cestas básicas, cobertores e colchões para as comunidades atingidas pelas fortes chuvas na Bahia. Ao todo, a empresa doou 1.335 cestas básicas para a cidade de Itamaraju e mais 2.280 doações entre cobertores, colchões e cestas direcionadas ao ponto de coleta do Instituto Anísio Teixeira que irá realizar a destinação a outros municípios baianos.

"Nós, da Yamana Gold, reconhecemos que nossa responsabilidade como empresa vai além daquelas exigidas por lei. Nós temos, sobretudo, a responsabilidade humanitária, então não poderíamos ficar de fora de um momento tão sensível como este. A nossa empresa sempre teve uma atuação na área social e cuidar das pessoas é um valor para nós. As 3.615 doações irão ajudar muitas famílias que estão precisando do nosso apoio", afirma o vice-presidente de Operações Brasil & Argentina, Sandro Magalhães. 

A JMC Yamana Gold durante a pandemia da Covid-19 investiu R$ 3,5 milhões em insumos para Jacobina como testes rápidos, equipamentos de saúde para hospitais públicos, máscaras, álcool em gel e líquido, kits escolares, termômetros, cestas básicas, etc. 

Belgo Bekaert arrecada 52 toneladas de alimentos 

A Belgo Bekaert tinha como meta inicial doar 50 toneladas de alimentos às vítimas dos temporais que atingiram a Bahia. Com duas unidades em Feira de Santana, a empresa já arrecadou 52 toneladas, que foram entregues às cidades de Ilhéus, Itabuna e Itapetinga.  

A empresa se comprometeu a doar 40 toneladas de alimentos, e graças a empregados, parceiros e fornecedores numa união de esforços conseguiu angariar um volume ainda maior de doações à população. 

Evocando Betinho, idealizador da Ação da Cidadania, criada em 1993, Ricardo Garcia, CEO da Belgo Bekaert Arames, justifica a rapidez para fazer os alimentos chegarem a quem precisa em prazo tão curto: 'Quem tem fome, tem pressa! A Belgo Bekaert não poderia deixar de se fazer presente neste momento de tanto sofrimento da população local', disse ele.

RHI Magnesita doa 14 toneladas de alimentos

A RHI Magnesita aderiu à ação conjunta formatada pelo Poder Executivo Estadual e doou 14 toneladas de alimentos para o município de Itamaraju, cidade que decretou situação de calamidade e emergência. Em outra frente de responsabilidade social, a companhia direcionou às comunidades do entorno da Planta de Brumado mais de cinco toneladas de alimentos. 

“Quando o coletivo está bem, todos crescemos juntos. Buscamos a construção de uma sociedade cada vez mais justa e igualitária. A fome dói e mesmo atuando em ações sólidas e sustentáveis para o desenvolvimento social, precisamos olhar para aqueles que sofrem insegurança alimentar, de forma responsável. A situação desses municípios é de apoio emergencial, e honramos o nosso compromisso em atender às principais necessidades das famílias em situação de vulnerabilidade”, comenta Lucilla Soledade, especialista em Comunicação e Relacionamento com as Comunidades. 

A campanha do governo baiano está destinando às cidades da região Sul da Bahia gêneros alimentícios, vestuário, itens de higiene pessoal e farmácia, bem como materiais para construção civil. “Esperamos que a situação seja amenizada e que esses municípios possam se reerguer o quanto antes. Permanecemos atentos às oportunidades de apoio e prontos para contribuir, sempre que necessário. Sabemos da importância de sermos parte dos esforços para o combate à fome no país, especialmente no momento crítico que estamos passando”, ressalta Lucilla.

Continue Lendo



Receba nossos conteúdos em primeira mão.